Especialidades

Psicologia do Desenvolvimento

 

Realizamos consultas de consulta de Psicologia do Desenvolvimento. 

Procuramos ajudar o desenvolvimento psicomotor nas suas diferentes áreas: motora, linguagem, cognitiva, emocional e social.

 

Perturbações do Desenvolvimento:

  • Perturbação do Espetro do Autismo; Síndrome de Asperger, Trissomia 21; Síndrome de Angelman; Sobredotação; Défice Cognitivo; síndromes raras do desenvolvimento; Perturbações específicas da linguagem, entre outras.
  • Crianças cujo processo de desenvolvimento se encontra ameaçado.

Psicologia para Crianças, Adolescente e Adultos

 

Realizamos consultas de Psicologia para Crianças, Adolescente e Adultos.

Apresentamos soluções com o objectivo de ajudar ao desenvolvimentos de problemas relacionados com:

  • Fobia escolar 
  • Perturbações alimentares (anorexia e bulimia nervosas)
  • Perturbações obsessivas
  • Mutilação
  • Tentativa de suicídio
  • Ansiedade 
  • Medos e Fobias 
  • Perturbações do sono (insónias, pesadelos e terrores nocturnos) 
  • Adaptação ao Divórcio
  • Processos de Luto 
  • Depressão Infantil/Juvenil e Isolamento 
  • Relações Interpessoais
  • Gestão de conflitos
  • Agressividade
  • Enurese e Encoprese
  • Problemas do comportamento
  • Hiperatividade
  • Desobediência
  • Indisciplina
  • Agressividade
     

Sexologia

 
  • A SEXUALIDADE HUMANA E AS SUAS PERTURBAÇÕES

     

    Uma vida sexual plena e satisfatória é um direito universal e inalienável de qualquer pessoa, e contribui para uma vida global mais realizada e feliz, repercutindo-se noutras esferas da vida: pessoal, profissional, relacional, entre outras.

     

    Em termos das principais dificuldades sexuais, podemos resumi-las da seguinte forma:

     

    No HOMEM, a disfunções sexuais mais comuns são a DISFUNÇÃO ERÉCTIL e a EJACULAÇÃO PRECOCE.

     

    A disfunção eréctil (dificuldade em atingir e/ou manter uma erecção minimamente estável para permitir o acto sexual) atinge cerca de 70% da população masculina pelo menos uma vez na vida, e pode ser devida a causas orgânicas (nomeadamente a diabetes, hábitos tóxicos ou problemas vasculares) ou psicológicas (ansiedade, depressão, falta de autoestima).

     

    A ejaculação precoce é mais comum em jovens e tem, habitualmente, causas psicológicas, tendendo a desaparecer com o aumento da idade e da experiência sexual. Importa salientar que uma ejaculação não é “precoce” por ser atingida mais ou menos rapidamente, mas sobretudo pela insatisfação que provoca num ou em ambos os parceiros.

     

    Na MULHER, as disfunções sexuais mais comuns são um DESEJO SEXUAL HIPOACTIVO (falta de desejo sexual) e a DISPAREUNIA (dores durante as relações sexuais).

    A falta de desejo sexual deve-se, mais habitualmente, a factores psicológicos (traumas sexuais anteriores, depressão, ansiedade, falta de autoestima e complexos com o seu corpo ou com o do parceiro).

     

    A dispareunia pode ter origem em factores orgânicos (lubrificação vaginal insuficiente) ou psicológicos.

     

    Importa estimular a COMUNICAÇÃO entre homens e mulheres, sendo este, muitas vezes, o melhor remédio para as dificuldades sexuais que possam apresentar. Uma consulta de Sexologia permitirá também tirar partido da comunicação como um instrumento terapêutico para acelerar o processo de resolução das dificuldades, podendo ser individual ou de casal (em que ambos os parceiros estão presentes). Algumas questões que podem ser afloradas são como as que se seguem:

     

    - Há quanto tempo começou/começaram a notar esse problema?

    - Só acontece com este/a parceiro/a ou aconteceu-lhe também com outro/a?

    - Acontece desde o início da vida sexual ou a partir dalgum acontecimento específico?

    - Nota alguma situação em que o problema melhore / piore?

     

    Na consulta, além de ser feita uma entrevista abordando a forma como um ou ambos os parceiros lidam com as questões da sexualidade, são também propostas algumas técnicas específicas para a resolução do problema, que podem ser efectuadas em casa (portanto, fora da sessão terapêutica).

     
  •  

Acompanhamento e Reabilitação Cognitiva de Idosos

 

Dispomos de consultas de Acompanhamento e Reabilitação Cognitiva de Idosos.

 

Procuramos realizar a Avaliação e Intervenção em diferentes quadros clínicos como alzheimer, Parkinson, e ainda a estimulação e reabilitação cognitiva de diferentes áreas cerebrais através de diversos métodos.

Psicopedagogia

 

Realizamos consultas de Psicopedagogia. Procuramos ajudar ao desenvolvimento em casos de:

  • Insucesso escolar
  • Dificuldades de Aprendizagem
  • Métodos de estudo
  • Défice de Atenção 
  • Desmotivação
  • Dislexia
  • Disgrafia
  • Orientação Vocacional

Terapia da Fala e Musicoterapia

 

Realizamos consultas de Terapia da Fala Musicoterapia ajudam ao desenvolvimento de:

  • Dificuldades na comunicação verbal e não verbal
  • Dificuldades de pragmática
  • Dificuldades na articulação de palavras
  • Desenvolvimento tardio de algumas palavras – tendo em conta o desenvolvimento da criança

 

De acordo com a criança e o seu temperamento é importante perceber se a criança consegue estar a fazer uma intervenção de mesa de um para um ou com a música como auxiliar num formato mais livre e dinâmico – mais uma vez terá que ser avaliada ao nível do seu desenvolvimento para se perceber, pois existem fatores emocionais que comprometem a intervenção e daí os técnicos terem que se adaptar à criança e não o contrário.

Psicomotricidade

 

Dar funcionalidade e autonomia em todas as áreas de desempenho ocupacional da criança e jovem.

  • Dificuldades motoras, sensoriais, espaciais
  • Dificuldades em atividades de vida diária
  • Dificuldade percetiva
  • Dificuldades ao nível da postura, da lateralidade, do ritmo, da motricidade fina e grossa
  • Dificuldade de coordenação motora
  • Dificuldade de atenção/concentração

 

 Terapia Ocupacional

A Terapia Ocupacional promove a capacidade de indivíduos, grupos, organizações e da própria comunidade, de escolher, organizar e desempenhar, de forma satisfatória, ocupações que estes considerem significativas.Entende-se por ocupação tudo aquilo que a pessoa realiza com o intuito trabalhar o desenvolvimento de cuidar de si própria (autocuidados),desfrutar da vida (lazer, brincar) ou contribuir para o desenvolvimento da sua comunidade (produtividade, participação académica). Estas ocupações podem ser tão elementares como alimentar-se ou vestir-se (atividades da vida diária), desenvolvimento das relações com o outro, dar significado às rotinas e participação/integração na comunidade.
A Terapia Ocupacional é a profissão que trabalha crianças com disfunção de integração sensorial, ou seja, crianças com ou sem patologia associada, que apresentam dificuldade no processamento ou organização da informação sensorial que é recebida ao corpo, do meio/ambiente à nossa volta. Quando a informação sensorial é confusa, excessiva ou distorcida, existe dificuldades em prestar atenção, aprender, planear e desempenhar tarefas de um modo eficaz e competente. Quando a Integração Sensorial se desenvolve e funciona bem, raramente temos consciência dela. A Disfunção de Integração Sensorial pode considerar-se um problema escondido, porque não é perceptível como são as incapacidades físicas ou as alterações na linguagem. A criança com défice sensorial-integrativo pode sentir-se facilmente frustrada pelas dificuldades com que se depara na realização de tarefa, aparentemente simples, ou na interação com os outro.Sinais que a criança necessita de acompanhamento em Terapia Ocupacional:
  • - Demonstra fuga ou aversão face a algumas sensações táteis ou texturas que normalmente não são incómodas para outras crianças da mesma idade, como por exemplo, lavar a cara, demonstrar uma resistência invulgar a lavar o cabelo ou mesmo afastar-se e/ou rejeitar o toque o contato físico. Não gosta de areia, digitintas e demonstra reação negativa no vestir alguns tipos de roupas. 
  • - Apresenta uma resposta de medo típica face ao movimento e/ou a alturas que normalmente não são assustadoras.
  • - Evidencia maior sensibilidade do que o esperado a alguns sons, vheiros, sabores, luzes, com reações de tapar os ouvidos perante sons específicos, ter vómitos perante odores não enjoativos, evitar certos tipo de luminosidade. 
  • - Demonstra tendência para procurar determinado tipo de experências de um modo excessivo ou de forma invulgar e/ou não se aperceber de algumas sensações que seriam percebidas pela maioria das pessoas tais como, desejar muito movimento, tendência para se inclinar, empurrar ou puxar, querer tocar insistentemente em muitas coisas, ignorar situações tipicamente dolorosas.
  • Este tipo de quadro de Disfunção Sensorial, leva a dificuldades como cair frequentemente, dificuldades de estabilizar a postura e copiar do quadro para o caderno, dominância manual imatura, confundir conceitos, dificuldade em diferenciar sons e palavras, dificuldades da manipulação fina com botões, preensão de objetos e brincar com peças pequenas. 
 

Yoga Infantil e Familiar

 

NYoga Familiar há sempre música, movimento, história - histórias, algum drama e arte e, claro, yoga que é divertido - modificado e adequado para todos, através de jogos e exercícios simples.

 

Muitos são os benefícios. O yoga ao ser praticado em família é uma oportunidade para pais e filhos passarem tempo de qualidade e fortalecerem os laços enquanto se ajudam mutuamente e se divertem juntos. Promove a uma maior aprendizagem sobre cada um, criando uma ponte nas diferenças de idades.

 

Os pais observam os filhos a aprender e a interagir com um grupo. Em simultâneo, os filhos têm a experiência de ensinar os pais e, observá-los a aprender. Valoriza-se o aspeto “juntos”, onde se propõe manter o contacto amoroso e brincalhão, para estimular a contínua ligação entre pais e filho de forma positiva e amorosa.

 

O Yoga para crianças pode ser o caminho. 

 

Horário das aulas em grupo:

Yoga para cianças entre os 3 e os 5 anos - sábado pelas 16h

Yoga para crianças entre os 6 e os 10 anos - sábado pelas 15h15

 

Aulas Individuais

Horário a definir com a Prof. de Yoga.

Aulas semanais

 

Aulas semanais - máximo três participantes por família.

 

Risoterapia

 

Dinâmica através do Riso (Risoterapia) é uma combinação perfeita entre exercícios de respiração profunda e exercícios de riso, de onde conseguimos passar do riso falso/forçado ao riso verdadeiro. É saudável e proporciona qualidade de vida!

Massagem do Bebé

 

Realizamos Massagem do Bebé.

Este tipo de massagens em variados benefícios como fortalecer os laços entre pais e bebés, promove a segurança parental, proporciona momentos de relaxamento, promove os padrões de sono do bebé, promove o alívio das cólicas, facilita a digestão e melhora o sistema imunitário.